Tudo as coisas ou algo assim

terça-feira, 3 de setembro de 2013

Agrotóxico - Caminhando Ao Caos





Caminhando Ao Caos
Agrotóxico

Obter respeito
Através de armamento
Crianças se drogando
Outros enriquecendo
Traficantes doentes
Pela ambição
Reinam nas favelas
Mundo cão
Levantar dinheiro
Praticando roubo
Ser preso... ser solto
Através de suborno
A vida do crime
Então se torna difícil
Matar pra não morrer
Pode virar um vício

Observamos agora
A humanidade
Caminhando ao caos,
A perdição
E a maldade
Pessoas se matam
Em busca do mundo
Dos sonhos
Dinheiro, poder,
Costumes medonhos

Crime nas ruas
Armas nas mãos
Brigas, violência,
Prostituição
Roleta russa
Jogar com a sorte
Assinando calado
A sentença de morte
A sentença de morte

A força nos leva
A ser respeitados
Mas o que começa, acaba
É bom tomar cuidado
Às vezes penso se tudo
Isso vale a pena
Mas só os fortes
Sobrevivem
Esse é o meu lema