Tudo as coisas ou algo assim

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Golpe de Estado - Society






Society
Golpe de Estado

Moro num lugar que é uma indecência 
Os caras se preocupam com a minha aparência
Só vivem para aquilo que o dinheiro dá 
Se não entrar, vai dançar 
Três mil cruzados por mês é pouco 
E eu vou acabar ficando louco 
Carros luxuosos na Grã-Bretanha 
Casas e terrenos, -"Você tem a manha?" 
Vivo pensando em sobreviver 
Prá dizer que eu fui capaz 
De esperar o homem morrer 
Por aquela coisinha mais 
Minha mina já me disse -" Vamos dar um tempo, 
Quem sabe quando vier seu aumento" 
E na danceteria me arrebentar 
Se eu não for new-wave, não vou entrar